Resenhas: Conhecemos a sala “Herdeiros de Blair” da Escape Time

Sala: Herdeiros de Blair

Quando: 1º de outubro de 2019

Onde: @escape60oficial

Equipe: Usurpador, Mãozinha, Ruiva, Flecha, Tangram e Poncho

Resultado: Escapamos

Status: Sala disponível

O cenário recria a assustadora Floresta de Burkittsville, próxima à cidade americana de Blair. Caberá aos jogadores (no papel de herdeiros de uma imensa propriedade nos arredores) encontrar elementos que provem ser inverídica uma conhecida lenda local que credita diversas mortes de crianças à ação de uma bruxa. Tudo isso em até 60 minutos, antes da chegada de um pretenso comprador imobiliário.

Como já era de se esperar, os ambientes têm baixa luminosidade, mas contam com pontos de iluminação específicos e suficientes. Embora haja a utilização de muitos cadeados, os enigmas são variados e seguem uma linearidade que dá ao jogo um bom andamento sem que haja a necessidade de muitos pedidos de dicas (que só podem ser solicitadas com intervalos de, no mínimo, cinco minutos).

Escapamos faltando 17 minutos e 19 segundos para o final do tempo limite de 60 minutos, com a certeza de que, quando ouvimos o que os outros integrantes têm a dizer e não queremos resolver tudo sozinhos, conseguimos ter partidas mais fluídas e trabalhamos em grupo com mais eficiência – o que faz toda a diferença nessa sala.

IMPORTANTE: Para chegar à sala, é preciso subir um lance de escadas e as portas que levam aos ambientes internos podem não ter largura suficiente para a passagem de uma cadeira de rodas e serem obstáculos para os que apresentam mobilidade reduzida. Quem tem problemas relacionados à visão também pode se sentir incomodado com a pouca iluminação dos cenários.

Confira as resenhas de nossos companheiros de equipe:

A Toupeira

CFNotícias

Expressão On Line

Avant Première

da Redação ED